icon-29VITicon-30VITicon-23VITicon-24VITarrow copy 3icon-11VITicon-19VITicon-10VITicon-30VITicon-26VITicon-22VITicon-14VITicon-28VITicon-09VITPage 1icon-03VITicon-16VITicon-31VITPage 1pinoicon-27VITicon-25VITicon-01VITicon-01VITicon-02VITicon-04VITicon-13VITicon-12VITicon-18VITicon-08VITicon-17VITicon-05VITAtivo 1cardiomedlogoVITArtboard
  • Coma
  • Cuide
Alimentação equilibrada: a importância para sua saúde

A correria da vida diária as vezes nos faz dar menos importância para algumas coisas, como por exemplo nossas refeições. Quantas vezes comemos algo “rapidinho” para economizarmos tempo, tratando nossa própria nutrição como uma mera obrigação? Claro, precisamos comer caso contrário nosso corpo padece. Mas para nosso organismo funcionar da melhor maneira possível precisamos ingerir os nutrientes corretos na quantidade e variedade que nosso corpo necessita. Entenda porque essa parte de sua vida merece toda atenção e cuidado:

Razões para você manter uma alimentação equilibrada

Todos os nossos órgãos e tecidos precisam de nutrição adequada para terem um bom funcionamento. Assim como o cálcio para os ossos e o ferro para o sangue, cada parte do nosso organismo demanda nutrientes específicos que só são adquiridos pelo que comemos. Sem uma boa nutrição seu corpo fica sujeito à fadiga, além de infecções e outras doenças. São muitos os motivos pelos quais devemos comer bem, como:

Fortalecer o sistema imunológico

De fato, seu sistema imunológico sofre com uma alimentação desregrada. Os nossos anticorpos são baseados em proteínas e dependem de uma boa reserva proteica para desempenharem seu papel corretamente. Ou seja, a carência de nutrientes para o sistema imunológico faz você ficar doente mais facilmente. O brócolis, espinafre, gengibre e fígado bovino são alguns dos alimentos que ajudam nessa área.

Para quem quer emagrecer, é importante ter em mente que o equilíbrio é fundamental. Sem o consumo de nutrientes variados, por mais que você procure ter uma dieta mais light, perder peso fica mais difícil. Apesar de fazer uma refeição sem muita gordura ou calorias, se seu organismo sentir a carência de algum nutriente para seu funcionamento que não estava presente no que você consumiu, seu cérebro vai disparar estímulos de fome dentro de pouco tempo. Isso demonstra a importância de consultar um nutricionista quando quiser começar uma dieta.

Também explica o fato de você ficar com fome algumas horas depois de consumir algum alimento pobre em nutrientes, mas muito calórico, como Fast-food. Alimentos muito gordurosos ou muito processados fazem com que você coma muito, mas seu corpo não aproveita quase nada positivamente do alimento.

Equilíbrio hormonal

Má alimentação tem efeitos que são sentidos bem além da sensação física. Vários nutrientes têm impacto na nossa produção hormonal, sobretudo nas mulheres. A carência desses elementos pode prejudicar nosso sono, afetar nosso humor e nossas emoções. Ou seja, o que consumimos pode ter impacto em nossas relações interpessoais.

Comer bem é cuidar do nosso corpo, o que influencia em muitos aspectos de nossa vida. Sem isso o trabalho não rende como deveria, pois temos dificuldade em nos concentrar, sem falar no estresse. E mesmo em nossas relações pessoais e momentos de lazer, se nosso corpo não está bem e equilibrado, não temos a disposição para aproveitar, ou ficamos irritados mais facilmente. Portanto, nossa nutrição afeta a maneira como vivemos o nosso dia-a-dia. Algumas comidas têm efeitos no nosso humor que você nem imagina.

Vegetais como a banana e a abóbora, por exemplo, contém o aminoácido triptofano, que estimula a produção de serotonina no cérebro. A serotonina é o hormônio responsável pela sensação de bem-estar. Outro exemplo são os talos da alface que possuem lítio, atuando no controle da ansiedade.  Vegetais folhosos escuros, como a couve e o espinafre, concentram uma grande quantia de vitaminas que contribuem para a saúde da pele, cabelo e unhas. Enquanto a aveia possui fibras alimentares que ajudam contra a constipação, além de também conter triptofano.

Mas, o que seria uma alimentação equilibrada?

Alimentação equilibrada

A dieta mais indicada para cada pessoa é sempre assunto para um profissional da nutrição definir. Mas de uma maneira geral, uma boa alimentação é variada, colorida e cheia de sabores diferentes. O preparo dos alimentos também é importante, devendo-se evitar frituras e outras formas ricas em gorduras saturadas. Prefira alimentos grelhados ou assados, além de optar por gorduras insaturadas, como o azeite de oliva extra virgem ou o abacate, que possuem vários benefícios ao organismo.

O sal e o açúcar devem estar presentes, mas nunca em excesso, pois isso acarreta outros problemas para o organismo. Sal demais altera a pressão sanguínea aumentando o risco de doenças cardiovasculares. Muito açúcar nas refeições contribui para a obesidade, além de aumentar o risco da diabetes.

O álcool também interfere no metabolismo e tem efeito antidiurético, ou seja, faz seu corpo perder líquido e reter toxinas.

Uma alimentação variada contém representantes de vários grupos alimentares em suas devidas proporções. Esses grupos são:

-Frutas e verduras: São os alimentos ideais. Ricos em vitaminas e minerais importantes, tem as medidas certas de açúcar, gorduras boas e antioxidantes. Devem ser consumidas diariamente e sempre variando as cores. Verduras são muito benéficas, especialmente as folhas de cor mais escura, como a couve, rúcula, espinafre, agrião, etc. As frutas desidratadas são uma boa opção na correria do dia a dia.

-Carboidratos: Nossa fonte de energia. Estão presentes em alguns legumes, tubérculos e raízes, mas principalmente em cereais integrais, como o arroz integral e a quinoa. Cereais e massas de farinha branca não são os ideais, pois perdem alguns nutrientes, por isso é melhor optar pelos integrais. Pães são boas fontes de carboidratos, mas novamente, opte pelos integrais.

-Proteínas: Imprescindíveis para o bom funcionamento e manutenção do organismo. As fontes mais comuns de proteínas são as de origem animal, como carnes, frutos do mar e ovos, mas estão muito presentes também em castanhas e em cereais como a soja. As de origem animal oferecem os 9 aminoácidos completos que são importantes para nossa síntese proteica. Os aminoácidos essenciais também são encontrados na soja, quinoa e na alga spirulina, por exemplo. Sem proteínas toda a sua capacidade física se deteriora, incluindo a cicatrização e até mesmo o sono. Afeta também o sistema imunológico como mencionado acima.

-Laticínios: São nossa maior fonte de cálcio, essencial para os ossos, dentes e contrações musculares. A carência de cálcio acarreta a Osteoporose. Além do leite, queijos e iogurtes são ótimas fontes de cálcio para o organismo, assim como o leite de soja. Entretanto, a manteiga e os sorvetes não são recomendáveis pelo excesso de gorduras saturadas.

-Fibras alimentares: Estão presentes em quase todos os outros grupos alimentares citados, exceto laticínios. São essenciais para o funcionamento do sistema digestivo como um todo, além de contribuir para a diminuição do colesterol no organismo e normalizar a pressão. A aveia é uma grande aliada nesse sentido, principalmente se combinada com bananas, coco, abóbora, etc. A quinoa também é uma ótima fonte de fibras, além de ter uma ótima quantidade de proteínas.

Então, se você quer sentir-se melhor e ter mais saúde e disposição para enfrentar o dia-a-dia, comece a dar a devida atenção ao que você come. Seu corpo vai agradecer de formas que você nem imagina.

Saiba como ter uma alimentação saudável em nosso blog e confira na nossa loja online nossa deliciosa e saudável linha de granolas!

Granolas Vitao

Vitao

Newsletter

Descubra com a gente uma vida nova e cheia de sabor.

  • 13
    pessoas gostaram disto

COMPARTILHE

Deixe o seu comentário

Todos os campos são obrigatórios *