icon-29VITicon-30VITicon-23VITicon-24VITarrow copy 3icon-11VITicon-19VITicon-10VITicon-30VITicon-26VITicon-22VITicon-14VITicon-28VITicon-09VITPage 1icon-03VITicon-16VITicon-31VITPage 1pinoicon-27VITicon-25VITicon-01VITicon-01VITicon-02VITicon-04VITicon-13VITicon-12VITicon-18VITicon-08VITicon-17VITicon-05VITAtivo 1cardiomedlogoVITArtboard
  • Coma
  • Cuide
O que é glúten? Tire suas dúvidas e entenda de uma vez por todas o que é esse tal de glúten

Você já reparou que em todas as embalagens de produtos alimentícios vêm escrito se ele contém ou não glúten? Isso acontece, pois existe uma lei brasileira que determina que todos os fabricantes devem informar se os seus produtos têm ou não esse ingrediente. Mas, você sabe o que é esse tal de glúten?

Encontrado em grãos de trigo, cevada e centeio, o glúten é o conjunto das proteínas: gliadina e glutelina. Com a função de deixar a massa mais elástica e resistente, esse ingrediente está presente em diversos carboidratos. Pães, bolos, massas, alguns biscoitos e outros produtos são exemplos de alimentos que contém essa proteína.

Doença Celíaca:

Em torno de 1% da população mundial é portadora da doença celíaca, uma condição em que o glúten causa problemas a saúde. Ao ingerir esse ingrediente, os celíacos sofrem com uma reação em seu sistema imunológico. As células de defesa atacam a região do intestino, causando os principais sintomas da doença, que são: disenteria, inchaço, dor e distensão abdominal.

Se você sofre constantemente com esses sintomas, é essencial consultar um médico especialista para saber se sofre dessa condição. A partir de uma investigação clínica, o doutor pode solicitar exames e se necessário, encaminhá-lo ao nutricionista.

Preciso tirar o Glúten da minha alimentação?

Pão sem glúten

Você já deve ter escutado ou lido em algum lugar que cortar o glúten da alimentação emagrece. Esse fato até pode acontecer, pois a proteína está presente nas principais fontes de carboidratos. Quando se corta o consumo desse ingrediente, fatalmente diminui a quantidade de calorias, ou seja, o que promove o emagrecimento não é o corte do glúten e sim menos calorias ingeridas.

Na verdade, especialistas indicam que as únicas pessoas que precisam retirar totalmente esse ingrediente do cardápio são os que sofrem com a doença celíaca. Aos demais, o consumo do glúten dentro de uma alimentação saudável e equilibrada pode trazer benefícios para a saúde, como o controle de triglicerídeos e um sistema imunológico mais forte.

Benefícios do Glúten

Como já falamos, em uma alimentação saudável e equilibrada, a ingestão de glúten pode ser vantajoso para a sua saúde, afinal ele é considerado uma excelente fonte de energia para o corpo.

Se os carboidratos consumidos com esse ingrediente forem integrais, as vantagens são ainda maiores. Além de melhorar o funcionamento do intestino, a ingestão desses alimentos também promove a sensação de saciedade, ajuda a absorver o colesterol e não aumenta tanto o índice de açúcar no sangue, por ser um carboidrato de absorção lenta.

Pão integral

Apesar de não ser considerado um vilão da alimentação saudável pelos especialistas, é importante que você preste atenção em como o seu corpo reage ao glúten. Afinal cada organismo é único e se comporta de formas diferentes. O seu corpo é a sua casa, e ninguém conhece melhor o nosso lar do que nós mesmos.

Como substituir o Glúten?

Se você possui a doença celíaca ou quer apenas diminuir a quantidade de consumo do glúten no seu dia-a-dia, existem algumas substituições simples em que você pode apostar.

– Pão francês por tapioca, crepioca ou pão sem glúten (a Vitao possui alguns mix de ingredientes para fazer seu próprio pão).

O pão francês típico do café da manhã brasileiro pode ser substituído por um alimento tradicional nordestino. A tapioca é feita a partir da goma de mandioca hidratada e contém um baixo teor de sódio. Ela também não possui gordura e é rica em carboidrato de fácil digestão, além de ser deliciosa.

– Cereal matinal de aveia por flocos de milho –

O cereal matinal também faz parte do café da manhã de vários brasileiros. Para não ficar por fora dessa tradição, você pode optar por flocos de milho, que além de ser rico em fibras é uma excelente fonte de vitaminas do complexo B e zinco.

– Massa –

Um dos pratos favoritos em todo mundo, a massa é uma das principais fontes de glúten. A boa notícia é que existe opções para quem quer consumir esse produto sem a proteína, como massas feita a partir do arroz, quinoa ou milho.

Massa sem glúten

A Vitao tem uma seleção de produtos especializados para o seu consumo. Alguns tipos de farinhas (integral, centeio, entre outras), mix para fazer bolos e pães, como o tradicional, com sementes e grãos e com farinha de soja, são alguns dos exemplos que você encontra.

Agora, se você procura consumir produtos integrais, a Vitao também pode ajudar. Além de macarrão e arroz dessa categoria, você encontra cookies, biscoitos e snacks nos sabores: tomate e orégano, ervas finas e queijo, confira no nosso site!

Veja também nosso post sobre a importância de ter uma alimentação saudável.

Vitao

Newsletter

Descubra com a gente uma vida nova e cheia de sabor.

  • 3
    pessoas gostaram disto

COMPARTILHE

Deixe o seu comentário

Todos os campos são obrigatórios *

01 Comentários

  1. José Parlangelo

    fevereiro 3, 2018
    Estou procurando deixar o glúten de lado. Faz seis meses que não consumo pães. Tô Setentão e sinto-me diferente, dores musculares passou, cognição autitiva melhorou, visão; parei de usar óculos, durmo melhor. Não tomo remédio farmáticos nem que morra. Meu sonho é viver até morrer. Parabéns a vocês; continue c/ produtos s/ glúten. Abraços.