icon-29VITicon-30VITicon-23VITicon-24VITarrow copy 3icon-11VITicon-19VITicon-10VITicon-30VITicon-26VITicon-22VITicon-14VITicon-28VITicon-09VITPage 1icon-03VITicon-16VITicon-31VITPage 1pinoicon-27VITicon-25VITicon-01VITicon-01VITicon-02VITicon-04VITicon-13VITicon-12VITicon-18VITicon-08VITicon-17VITicon-05VITAtivo 1cardiomedlogoVITArtboard
Sedentarismo e suas consequências
  • Mova
Sedentarismo e suas consequências para a saúde

O sedentarismo nada mais é do que a falta de atividade física na rotina de uma pessoa. Apesar de muitas pessoas pensarem que o seu único resultado seja o aumento do peso. Infelizmente, não é bem assim. Por isso, resolvemos falar um pouco mais sobre o sedentarismo e suas consequências.

Mesmo que você possua uma vida ativa e passe a maior parte do dia em pé, se não tiver o hábito de se dedicar a prática de um exercício, você é considerado sedentário. É bem comum que os jovens não levem o sedentarismo a sério, como o metabolismo nessa época é acelerado as doenças causadas pela falta de atividade física podem demorar um pouco mais para aparecer.

Sedentarismo e suas consequências

Sedentarismo e suas consequências

Vamos conhecer um pouco mais sobre as consequências que uma rotina sem exercício traz a nossa vida?

 

  1. Obesidade

O resultado mais conhecido do sedentarismo e o primeiro a se manifestar é o aumento de peso e em alguns casos, a obesidade. Quando o sobrepeso se instala, outras doenças a acompanham, como a diabetes, o aumento do nível de colesterol, a hipertensão e doenças cardiovasculares.

 

  1. Problemas cardiovasculares

 

O sedentarismo, principalmente aliado ao sobrepeso, é um grande inimigo da saúde do coração. Ele pode ser a origem de alguns problemas cardiovasculares, como a hipertensão, infarto, trombose e até mesmo um AVC (que pode causar um derrame).

 

  1. Atrofia muscular e problemas nas articulações

Normalmente, quem não pratica nenhuma atividade física, costuma passar muitas horas na mesma posição. Com o tempo, os músculos podem começar a se atrofiar e as articulações serem comprometidas. Quando essa condição atinge a pessoa, ela começa a sentir dificuldades em completar certos movimentos, como dobrar as pernas e levantar os braços.

 

  1. Distúrbios do sono

A hora do sono também fica comprometida quando se é sedentário. Quando o organismo entende que algo não está certo, o sono não acontece da maneira que devia. A condição pode piorar se vier acompanhado de obesidade. Entre os problemas mais comuns estão a insônia e apnéia – quando a respiração é interrompida abruptamente durante o sono.

Sedentarismo e suas consequências

  1. Cansaço

Quem é sedentário costuma se cansar nas pequenas coisas, como dar volta no quarteirão. Qualquer atividade simples do dia a dia que exija um pouco mais de esforço físico pode se tornar uma tarefa complicada. Caminhar na praia, brincar com os filhos, fazer compras no mercado e subir escadas, são alguns exemplos de coisas normais que se tornam cansativas para alguém que vive o sedentarismo.

 

  1. Síndrome metabólica

A síndrome metabólica nada mais é do que a soma das consequências do sedentarismo: diabetes, aumento do colesterol no sangue, hipertensão e obesidade. Este é um quadro muito grave, sendo associado a algumas doenças degenerativas, como câncer, demência e depressão. Por isso, não deixe seu organismo chegar a este nível.

 

Sedentarismo infantil

Apesar de não ser o tema central do texto, é importante falar sobre os perigos que o sedentarismo infantil pode causar. Uma criança que não pratica nenhum exercício físico pode ter uma diminuição nos hormônios do crescimento, problemas respiratórios e pressão alta. Além disso, quando adulta possui mais chances de desenvolver câncer, doenças cardíacas, osteoporose e distúrbios de humor. Por isso, atividade física e alimentação saudável é importante desde os primeiros anos.

 

 

Como começar a se exercitar

 

 

Vitao

Newsletter

Descubra com a gente uma vida nova e cheia de sabor.

  • 17
    pessoas gostaram disto

COMPARTILHE

Deixe o seu comentário

Todos os campos são obrigatórios *

01 Comentários

  1. Daiane

    agosto 14, 2018
    Sedentarismo é muito sério