icon-29VITicon-30VITicon-23VITicon-24VIT arrow copy 3 Created with Sketch. icon-11VITicon-19VITicon-10VITicon-30VITicon-26VIT icon-22VITicon-14VITicon-28VITicon-09VITicon-email Page 1 Created with Sketch. icon-03VITicon-16VITicon-31VIT Page 1 Created with Sketch. pino icon-printicon-27VITicon-25VITicon-01VITicon-01VITicon-02VITicon-04VITicon-13VITicon-12VIT icon-18VITicon-08VITicon-17VITicon-05VIT Ativo 1cardiomed Vitao Alimentos Artboard Created with Sketch.
  • Coma
  • Cuide
Como uma alimentação saudável pode ajudar a prevenir depressão

A depressão é considerada como “o grande mal do século”. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), é estimado que mais de 300 milhões de pessoas ao redor do mundo sofram dessa condição. Este transtorno mental pode ter diversas causas e tratamentos e deve ser sempre acompanhado por um profissional. Ainda assim, para evitar este mal, é possível apostar em uma alimentação saudável, que traga nutrientes importantes para a saúde. Então… Quer saber mais sobre como alimentação pode prevenir depressão? 

Acompanhe o nosso artigo e veja quais são os ingredientes importantes para acrescentar no seu cardápio e ajudar a manter a sua saúde mental estável.

Afinal, como alimentação pode prevenir depressão?

Primeiramente é essencial lembrar que a alimentação saudável auxilia, sim, na produção de serotonina e melhora do humor. Porém, ela não substitui o tratamento da depressão, que pode ser feito por meio de terapia e intervenção medicamentosa.

Dito isso, existem alguns nutrientes que podem ser extremamente importantes na hora de fortalecer o organismo e fazer com que a alimentação seja uma grande aliada na prevenção e tratamento da depressão. 

Dentre eles, destaque para as vitaminas C, B1, B9 e B12, ômega-3, magnésio, fibras, zinco e ferro. Juntos, esses componentes atuam para o equilíbrio e melhor funcionamento do organismo. Inclusive, é claro, do cérebro.

Mas onde encontrar esses nutrientes? É isso o que você verá a seguir.

Como alimentação pode prevenir depressão? Conheça alimentos ricos em nutrientes que podem afastar este mal

Para saber como alimentação pode prevenir depressão é importante conhecer alimentos ricos nas vitaminas e nutrientes que citamos acima. Além disso, vale sempre ressaltar a importância de manter hábitos saudáveis, como:

  • Exercitar-se com frequência;
  • Evitar acúmulo de estresse e de trabalho;
  • Ter boas noites de sono;
  • Evitar o consumo de álcool e drogas.

Assim, mantendo uma rotina equilibrada, com uma alimentação adequada, acompanhamento médico e bons hábitos, prevenir a depressão é uma tarefa um pouco menos árdua. Com isso em mente, é hora de conhecer os alimentos que serão os grandes aliados na luta contra este mal. 

1. Aveia

A aveia promove diversos benefícios para o organismo e pode ser uma aliada na hora de manter uma alimentação saudável que previna a depressão. Rica em fibras, vitaminas, zinco, cromo, selênio, magnésio, ferro, cobre, fósforo e manganês, a aveia estimula a produção de hormônios que ajudam a reduzir a ansiedade. 

Além disso, ela é importante para o funcionamento do sistema digestivo como um todo, promove saciedade e é versátil, podendo ser consumida de diversas maneiras. Ou seja: apenas vantagens em acrescentá-la em sua rotina!

Assim sendo, se você quer acrescentar a aveia nas suas refeições, confira o nosso extenso portfólio de produtos que traz este ingrediente em diversas opções e formatos. Com certeza, um deles será adequado para você. 

2. Frutas variadas

São várias as frutas que possuem triptofano em sua composição. O triptofano é um aminoácido essencial extremamente importante para a produção de serotonina pelo organismo. 

Quando o corpo está com baixa taxa de serotonina, é possível que sejam observados quadros de ansiedade, dificuldade para dormir, falta de energia, apatia, depressão e outros. Por isso, na hora de compreender como alimentação pode prevenir depressão, é tão importante apostar em alimentos com este aminoácido. E ele pode ser encontrado de maneira abundante em frutas como: 

  • Banana;
  • Limão;
  • Abacate;
  • Mamão;
  • Melancia.

É possível comer as frutas separadas ou até mesmo fazer uma salada de frutas, combinando os diversos nutrientes, cores e sabores de cada um destes alimentos.

3. Oleaginosas como Castanha-do-pará, nozes e amêndoas

Ricas em selênio, um poderoso agente antioxidante, as oleaginosas podem ser importantes na redução do estresse e no aumento da sensação de prazer. 

Versáteis, elas podem ser acrescentadas em receitas, consumidas como snacks entre as refeições ou polvilhadas em cima de saladas variadas. Além de aumentarem a sensação de saciedade, elas dão um toque especial para toda refeição e, ainda, são importantes para a manutenção do humor.

Ah, e assim como temos diversos produtos com aveia em nosso catálogo, também trazemos inúmeras opções de alimentos enriquecidos com oleaginosas. Você pode conferir nossa sessão com Castanhas e Nozes agora mesmo.

4. Carboidratos complexos

Sabe o triptofano que citamos acima? Então: os carboidratos complexos ajudam na absorção deste aminoácido e, ao mesmo tempo, estimulam a produção do neurotransmissor serotonina, que auxilia a minimizar as sensações causadas pela depressão. 

A aveia, que já citamos acima, é um carboidrato complexo, por exemplo. Mas além dela, outros cereais e alimentos integrais, como os pães, o trigo e o arroz, também podem ser aliados na manutenção da saúde mental.

5. Doces, como o mel e o chocolate

O mel ajuda na produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e bem-estar, e o chocolate, principalmente o meio amargo, é responsável por produzir flavonoide, um antioxidante que atua na diminuição das inflamações. Ambos os doces ajudam a despertar a sensação de alegria e prazer, importantes para manter a saúde do cérebro em dia. Só vale o alerta para não abusar na dose, hein? 

6. Leite e iogurte desnatado

O leite e o iogurte desnatado são poderosas fontes de cálcio, um mineral que auxilia a eliminar a tensão corporal e minimiza a irritabilidade. Além disso, o cálcio também atua na transmissão dos impulsos nervosos, na regularização da pressão arterial e na contração muscular. 

7. Peixes e frutos do mar

Fonte de ômega 3, os peixes e frutos do mar são importantes para o melhor funcionamento de diversas atividades neuroquímicas do organismo. Atuam nos neurotransmissores do organismo, assim como na melhor produção e distribuição de dopamina, serotonina e noradrenalina.

Além disso, eles desempenham efeito anti-inflamatório e podem ser importantes para manter o organismo mais saudável e protegido.

Compreendeu como alimentação pode prevenir depressão?

Agora você já entendeu um pouco mais sobre como alimentação pode prevenir depressão, certo? Então, tendo sempre um acompanhamento profissional por perto, aproveite para manter seus hábitos saudáveis e uma alimentação equilibrada. E, é claro, conte conosco para isso! Conheça nossos produtos e surpreenda-se com a variedade, qualidade e praticidade. 

Vitao

Newsletter

Descubra com a gente uma vida nova e cheia de sabor.

  • 5
    pessoas curtiram

COMPARTILHE

Deixe o seu comentário

Todos os campos são obrigatórios *